Dia de São Patrício ou Saint Patrick's Day



Conhecido como o Santo Verde, do trevo de três folhas ou da cerveja e padroeiro da Irlanda, na verdade Patrício nasceu na Grã -Bretanha nos anos de 380 aproximadamente. Filho do diácono Calpurnius Patrick se converteu somente na adolescência.

Com 16 anos foi sequestrado por piratas irlandeses e vendido como escravo para realizar trabalhos pesados. Após duas tentativas frustradas, ele conseguiu o intento de fugir e foi para Gália (atual França) onde ingressou na vida monástica e missionária.

Sempre desejou retornar à Irlanda com a missão de converter a Ilha Esmeralda e conseguiu seu intento. Segundo o site Aleteia “Patrício converteu simplesmente a ilha inteira, mudando para sempre a história da nação irlandesa. Ele não precisou nem de apoio político nem de violência para converter os pagãos. Por isso mesmo, nem os cristãos sofreram repressão na sua época. Quando o rei Leogário se converteu, a corte inteira aderiu com ele ao cristianismo”.

O trevo usado pelo Santo em seus sermões representa a Santíssima Trindade – Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo. Seu dia é comemorado em 17 de março na Irlanda e em todos os países que têm colônia irlandesa.

Muitas lendas são atribuídas a ele. A mais famosa conta que Patrício expulsou todas as cobras da Ilha Esmeralda.

As comemorações de São Patrício em sua forma laica homenageiam o povo irlandês com a cor verde na decoração de ruas, bares e no corante usado na cerveja.

Cada vez menos, a menção ao Santo que fez um trabalho árduo de evangelização na linda e famosa ilha é lembrado. Só para se ter uma ideia é graças a ele que a Irlanda tornou-se conhecida e famosa como a Ilha dos Mosteiros.

São Patrício faleceu dia 17 de março de 461 com aproximadamente 80 anos e seus restos mortais encontram-se na Catedral de Down – conhecida como Downpatrick.


A Couraça de São Patrício


Levanto-me, neste dia que amanhece,

Por uma grande força, pela invocação da Trindade,

Pela fé na Tríade,

Pela afirmação da unidade

Do Criador da Criação.


Levanto-me neste dia que amanhece,

Pela força do nascimento de Cristo em Seu batismo,

Pela força da crucificação e do sepultamento,

Pela força da ressurreição e ascensão,

Pela força da descida para o Julgamento Final.


Levanto-me, neste dia que amanhece,



Pela força do amor dos Querubins,

Em obediência aos Anjos,

A serviço dos Arcanjos,

Pela esperança da ressurreição e da recompensa,

Pelas orações dos Patriarcas,

Pelas previsões dos Profetas,

Pela pregação dos Apóstolos

Pela fé dos Confessores,

Pela inocência das Virgens santas,

Pelos atos dos Bem-aventurados.



Levanto-me neste dia que amanhece,

Pela força do céu:

Luz do sol,

Clarão da lua,

Esplendor do fogo,

Pressa do relâmpago,

Presteza do vento,

Profundeza dos mares,

Firmeza da terra,

Solidez da rocha.


Levanto-me neste dia que amanhece,

Pela força de Deus a me empurrar,

Pela força de Deus a me amparar,

Pela sabedoria de Deus a me guiar,



Pelo olhar de Deus a vigiar meu caminho,

Pelo ouvido de Deus a me escutar,

Pela palavra de Deus em mim falar,

Pela mão de Deus a me guardar,

Pelo caminho de Deus à minha frente,

Pelo escudo de Deus que me protege,

Pela hóstia de Deus que me salva,

Das armadilhas do demônio,

Das tentações do vício,

De todos que me desejam mal,

Longe e perto de mim,

Agindo só ou em grupo.


Conclamo, hoje, tais forças a me protegerem contra o mal,

Contra qualquer força cruel que ameace meu corpo e minha alma,

Contra a encantação de falsos profetas,

Contra as leis negras do paganismo,

Contra as leis falsas dos hereges,

Contra a arte da idolatria,

Contra feitiços de bruxas e magos,

Contra saberes que corrompem o corpo e a alma.



Cristo guarde-me hoje,

Contra veneno, contra fogo,

Contra afogamento, contra ferimento,

Para que eu possa receber e desfrutar a recompensa.

Cristo comigo, Cristo à minha frente, Cristo atrás de mim,

Cristo em mim, Cristo em baixo de mim, Cristo acima de mim,

Cristo à minha direita, Cristo à minha esquerda,

Cristo ao me deitar,

Cristo ao me sentar,

Cristo ao me levantar,

Cristo no coração de todos os que pensarem em mim,

Cristo na boca de todos que falarem em mim,

Cristo em todos os olhos que me virem,

Cristo em todos os ouvidos que me ouvirem.


Levanto-me, neste dia que amanhece,

Por uma grande força, pela invocação da Trindade,

Pela fé na Tríade,

Pela afirmação da Unidade,

Pelo Criador da Criação.




Fontes de pesquisa: Alegria | Canção Nova | Calendarr.







64 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Santa Zita