Presente

Sabe aqueles dias que você sente uma dor meio estranha no peito e que sua intuição lhe mostra no limiar dos sentidos que alguma coisa não está bem?!

É meio como uma dor que sobe em sua alma e que corrói seu sentir sem que você não possa compreender bem porquê.

Nessas horas ou respiro ou fecho os olhos ou simplesmente fico brava ou ainda sem saber o que fazer…

Mas, é inacreditável como Deus age por meios sutis e quando estou quase desacreditando… Ele me presenteia com algo bom…

Ao longo dos últimos anos – para ser mais precisa – dos últimos cinco ou seis anos – Deus sempre vem ao meu encontro. Mostra-me numa suavidade que é própria d’Ele que não tenho mais tempo a perder…

As mesquinharias sejam elas quais forem dissipam-se numa densa nevoa e fica apenas a certeza que é na gratidão que ganhamos a vida nova. E as esperanças renovam-se. As dores passam e o que fica é a delicadeza da vida.

Sonhos são para serem sonhados, mas, de nada servem se não podemos vive-los. E o turbilhão que teima em queimar não alcança aquele que acredita em um mundo melhor.

Essa paz própria de quando tomamos a vida para nós é fruto de trabalho e dedicação, mas, acima de tudo é a certeza de que lá fora existem milhares de outras pessoas que querem ouvir a noticia boa. A construção digna. A escolha certa ou a aceitação da consequência pelas erradas. Não importa quando o sorriso chega. Importa que chega. Não faz muito sentido sentar e esperar. É preciso levantar e seguir em frente.

Duvidas? Sempre…Certezas? As vezes…Consequências? De escolhas…E você percebeu quantos presentes recebeu hoje?!
0 visualização

Posts recentes

Ver tudo