E o Oscar vai para...


Prêmio mais cobiçado da indústria cinematográfica completa 94 edições em 2022. Amantes da 7ª arte e profissionais do setor aguardam ano a ano a premiação dos melhores nas principais categorias contempladas com a estatueta ou “Academy Awards of Merit”.

E por falar nela, você sabia que pesa pouco menos de 4 quilos, mede 34 cm e foi projetada pelo então diretor da MGM, Cedric Gibbons? Já o apelido conhecido desde 1939 tem algumas teorias, porém a mais aceita é a de que uma ex-diretora executiva da Academia associou-a ao estereótipo de seu tio “Oscar”.

Voltemos uma década antes... A premiação foi criada pela Academy of Motion Picture Arts and Sciences (Academia de Artes e Ciências Cinematográficas) em 1927 e sua primeira edição foi realizada dois anos mais tarde, em 1929, período em que a economia americana atravessava a Grande Depressão.

Você sabia que o grande espetáculo de tapete vermelho que temos assistido nos últimos anos durou apenas 15 minutos em sua primeira cerimônia (First Academy Awards) diante de uma plateia de 270 pessoas? Foram premiados os melhores filmes de 1927 e 1928 e é a única da história sem registro radiofônico ou televisivo.



Wings, de Lucien Hubbard (Paramount Pictures) foi o primeiro melhor filme a receber a estatueta. Você sabia que Emil Jannings (The Last Command e The Way of All Flesh) e Janet Gaynor (7th Heaven, Street Angel e Sunrise: A Song of Two Humans) foram os vencedores nas categorias “Melhor Ator” e “Melhor Atriz”, respectivamente?

Na ocasião, apenas 12 categorias concorriam à estatueta. Dois prêmios honorários foram entregues: a Charles Chaplin – pela genialidade e versatilidade como roteirista, diretor, produtor e ator em “The Circus” e à Warner Brothers Production pelo pioneirismo ao produzir “The Jazz Singer”, que revolucionou o cinema sendo o primeiro filme sonoro.

Você sabia que mais de 3.200 estatuetas já foram entregues desde 1929? Infelizmente, nenhuma delas foi atribuída a uma produção brasileira.






No entanto, já tivemos relevantes indicações, como “Central do Brasil” (1999) que concorreu como Melhor Filme Estrangeiro e Melhor Atriz com Fernanda Montenegro. Dentre outros filmes indicados tivemos “O Quatrilho” (1996) e “Cidade de Deus” (2004) Cidade de Deus que concorreu a Melhor Diretor, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Fotografia e Melhor Edição.

E será que já tivemos um homônimo de Oscar premiado com a estatueta? Sim, o roteirista, produtor e diretor de musicais Oscar Hammerstein II venceu não uma, mas duas vezes na categoria de Melhor Canção Original, em 1942 e 1946.

Com o passar dos anos e o aprimoramento na indústria cinematográfica, o Oscar segue sendo um espetáculo a parte que atrai os olhares apaixonados dos cinéfilos de todos os cantos do mundo, primeiro ao desfile das estrelas no tapete vermelho e depois no palco, onde se acompanha a abertura de cada envelope de categoria em categoria, até o anúncio do grande vencedor do Melhor Filme sob o suspense “E o Oscar vai para...”.


Você sabia que 23 são as categorias concorridas ao Oscar?


São elas:

· Melhor Filme

· Melhor Diretor

· Melhor Ator

· Melhor Atriz

· Melhor Ator Coadjuvante

· Melhor Atriz Coadjuvante

· Melhor Roteiro Original

· Melhor Roteiro Adaptado

· Melhor Curta-metragem de Animação

· Melhor Curta-metragem em Live Action

· Melhor Documentário de Curta-metragem

· Melhor Documentário de Longa-metragem

· Melhor Filme de Animação

· Melhor Filme Internacional

· Melhor Trilha Sonora

· Melhor Canção Original

· Melhor Som

· Melhor Design de Produção

· Melhor Fotografia

· Melhor Maquiagem e Penteados

· Melhor Figurino

· Melhor Edição

· Melhores Efeitos Visuais



Filmes mais premiados



Você sabia que apenas 7 filmes despontam como os mais premiados com o Oscar? São eles:

· “Titanic” (1997): 11 estatuetas e 14 indicações.

· “Ben-Hur” (1959): 11 estatueta e 12 indicações.

· “O Senhor dos Anéis: O Regresso do Rei” (2003): 11 estatuetas (venceu todas as indicações).

· “West Side Story – Amor sem Barreiras” (1961): 10 estatuetas e 11 indicações.

· “O Paciente Inglês” (1996): 9 estatuetas e 12 indicações.

· “Gigi” (1958): 9 estatuetas (100% das indicações).

· “O Último Imperador” (1987): 9 estatuetas (também conquistou todas as indicações).

Durante décadas, “Gone with the wind” (“E o vento levou”, de 1939) figurou entre os mais premiados. Das 13 indicações em 1940, o filme venceu 10 delas, incluindo Melhor Filme, Melhor Diretor e Melhor Atriz (Vivien Leigh). O clássico que gira em torno do romance de Rhett e a mimada Scarlett ainda deixou sua marca na história do cinema com a conquista do Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante por Hattie McDaniel, a primeira atriz negra a levantar a estatueta.



Maior premiado individual




Se sua curiosidade aguça sobre o maior recordista de indicações e prêmios da história da Academia e pensou no grande visionário chamado Walt Disney saiba que o palpite foi certeiro. Foram 59 indicações, 22 Oscars (documentários e curtas – “Flores e árvores” foi o primeiro deles, em 1932) e 4 prêmios honorários (um deles em 1932 pela criação do ratinho mais amado do mundo, Mickey Mouse).

Você sabia que sua única indicação de melhor filme ocorreu em 1965 por “Mary Poppins” (1964)? Foram 14 indicações e 5 estatuetas por Melhor Atriz (Julie Andrews), Melhor Trilha Sonora, Melhor Canção Original, Melhor Edição e Melhores Efeitos Visuais.

Em 1969 a vitória póstuma de sua última estatueta foi por “O Ursinho Puff e o dia tempestuoso” (Walt faleceu em 1966). No entanto, seguindo os passos de seu criador, os Studios Disney continuam a colecionar indicações e estatuetas.


Colunista:- Ana Paula Bertolini

85 visualizações0 comentário

Posts Relacionados