Os Sentimentos

Fui convidada para participar escrevendo a minha primeira coluna. Depois de muito pensar acredito que estamos vivendo um momento em que precisamos falar mais sobre sentimentos.

Ao longo dos meses trarei cada um deles para que possamos refletir juntos. Se você leitor gostar, convido-o a mandar sua opinião e também sugestão de quais sentimentos gostaria que conversássemos.

O Ser Humano é um complexo de sentires e por vezes fica difícil nos colocarmos no lugar do outro. Felicidade, tristeza, saudade e tantos outros sentimentos são muito peculiares e individuais. As pessoas são únicas com suas histórias diferentes, por exemplo, podem sentir desejo de chorar, mas de alegria, e outras sentir saudade quando o peito aperta, mas, de tristeza.


Os primeiros sentimentos começam com os bebês, você já percebeu? Nem sempre lidam com seus sentimentos primários; ao nascermos choramos quando sentimos frio, fome, medo ou quando nossa mãe está distante, pois são com os pais, nosso primeiro vínculo, nossa base, que sentirmos amor, tristeza, raiva, alegria e muitos outras emoções que iremos aprendendo em cada passo e lição da vida.


Nosso Cérebro conforme o site Significados, “desenvolve-se de maneira que seja capaz de realizar diversas atividades que exigem raciocínio, além de elaborar pensamentos criativos, abstratos, teorias e de outros tipos”.


Nos tempos atuais isso não mudou, por conta do excesso de tecnologia parece que temos pensamentos mais rápidos e achamos que as emoções têm a mesma velocidade, quando na verdade não é assim, por não ser algo objetivo, mas abstrato. O que sentimos não é virtual e sim real; há uma explosão por vezes das formas de demonstrar o que sentimos o que pode ser uma grande descoberta, pois é pela demonstração de afeto que tornamos nossa humanidade mais real.


Com o tempo e com a modernidade de novas tecnologias percebo que há um distanciamento afetivo. Ficam as perguntas para você refletir comigo:

Será que ainda sabemos demonstrar verdadeiramente o que sentirmos? Será que o excesso das redes sociais nos tornou distantes e irá interferir em nosso modo de amar e demonstrar amor?

No mundo moderno é normal sentir tudo e mais um pouco. Nesse turbilhão a melhor forma de nos mantermos coerentes é respirar e silenciar.


Somos fortes e corajosos à medida que não temos medo de sentir e demonstrar a quem for, nosso lado sensível que muitas vezes nos tornam fortes.


Deixe seu comentário.

Até o próximo mês!


Referência https://www.significados.com.br/ser-humano/


87 visualizações1 comentário

Posts Relacionados