Olhares


Gosto muito desse poema de Fernando Pessoa...

Eu não tenho filosofia: tenho sentidos...

Se falo na Natureza não é porque saiba o que ela é.

Mas porque a amo, e amo-a por isso,

Porque quem ama nunca sabe o que ama

Nem por que ama, nem o que é amar...


É tão profundo sentir... apenas... sentir!

A vida é um toque suave a cada respiração...

Temos problemas? Sim com certeza...

Temos alegrias? Muitas

Preocupações? Infinitas...

Mas, apenas usar nossos sentidos e viver

Usar nossa intuição para criar coisas boas, mesmo correndo o risco de ser ingênuo, afinal um pouco de ingenuidade pode nos salvar de nos tornarmos extremamente duros.

Sintamos no olhar do outro o que seu coração precisa!


Helena Fraga


Nota: Trecho de "O Guardador de Rebanhos", do livro "Poemas de Alberto Caeiro", de Fernando Pessoa (heterônimo Alberto Caeiro).



10 visualizações0 comentário

Posts Relacionados