Dia de São Brás | 3 de Fevereiro


Gosto de contar histórias. Prefiro as que vivi... Não por comodismo, mas, por conta de manter vivas dentro de mim as memórias vividas por mim e que posso remexer nelas quantas vezes eu quiser.


Hoje é Dia de São Brás e isso me remete à minha vó Hilda... Lembro-me de que quando éramos crianças, quando eu e meu irmão nos engasgávamos e ela estava por perto, logo gritava:

— São Brás!


Essa tradição passou para meu filho João que certa feita me fez comprar uma imagem do Santo lá no alto do Monte Serrat... Sorrio ao lembrar-me com carinho de como a vida vai nos envolvendo e nos tornando repletos de conteúdo. E, sem dúvida, são eles que no avanço de nossa maturidade vão nos tornando mais calorosos conosco mesmos...


Mas, voltemos ao nosso São Brás. Pouco se sabe sobre sua vida, pois viveu nos primórdios do Cristianismo. Mas era médico e foi chamado a seguir Jesus. Brás evangelizou pelo seu testemunho e por sua profissão. Foi perseguido e degolado no ano 316 por recusar-se a renunciar sua fé.


Conta-se que a caminho de seu martírio, uma jovem mãe mostrou seu filhinho que estava engasgado por uma espinha de peixe e São Brás elevando seus olhos para o céu fez uma oração a Jesus e a criança ficou curada.


No dia 3 de fevereiro é tradição que os párocos benzam a garganta dos fiéis.


Oração a São Brás

“Ó glorioso São Brás, que restituístes com uma breve oração a perfeita saúde a um menino que, por uma espinha de peixe atravessada na garganta, estava prestes a expiar, obtende para nós todos a graça de experimentarmos a eficácia do vosso patrocínio em todos os males da garganta.
Conservai a nossa garganta sã e perfeita para que possamos falar corretamente e assim proclamar e cantar os louvores de Deus.
São Brás, rogai por nós. Amém.
A bênção de São Brás: Por intercessão de São Brás, Bispo e Mártir, livre-te Deus do mal da garganta e de qualquer outra doença. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.”

Beijo no Coração

14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo