Amar... a poesia eternamente inacabada



Viver é ter uma capacidade infinita de amar...

E amar é manter-se vivo e apaixonado!

Sentir a delicadeza da vida... num toque

O carinho em um olhar...

A suavidade em palavras...


Amar é construir um mundo infinito de possibilidades!

Um frio na espinha ou borboletas no estomago!

É mais ou menos como uma gangorra

Uma montanha russa...

Uma onda gigante ou um tsunami de brigas internas

Razão, emoção, sentidos, lágrimas, sorrisos...


Um caminho lado a lado

Mão na mão...

Um sucumbir total ao desafio de suas próprias emoções!

O encontro pode ser apenas uma brincadeira inocente...

Um caminhar suave... ou a vontade de mais e mais!


Ah! O amor... esse sentimento sentido

Essa incógnita que não rima com nenhum verso...

A poesia eternamente inacabada!


❤️Um Beijo no Coração

24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo